Edição 01

Na história mundial, percebemos que a maior parte dos grandes acontecimentos sociais estão vinculados às mudanças econômicas. Em todas as fases da evolução da sociedade, sempre houve um símbolo que representava o poder.

No mundo contemporâneo, a informação e o conhecimento são as grandes fontes de poder e de riqueza mundial. Temos vários exemplos disso, como a Google, que em apenas uma década conquistou um em cada seis habitantes do planeta e tornou-se símbolo empresarial do século XXI. Outro exemplo é a Microsoft, que possuí um ativo tangível de U$ 37 bilhões e um intangível, de mais ou menos, U$300 bilhões.

Se pararmos para pensar, o conteúdo de nossa mente é o único patrimônio real que possuímos e aquele profissional que insiste em guardar para si o que sabe, estará fora do mercado em pouco tempo. Isso é comprovado por pesquisas que afirmam que, em 2020, muitas profissões deixarão de existir, por que os conheci- mentos estão se associando, se fundindo.

Na atual fase que nos encontramos, o sucesso das empresas não está mais ligado à capacidade de produção das máquinas, mas sim a de produzir ideias e soluções criativas e inovadoras para os problemas e/ou desafios que surgem a todo instante.

Mas, o que é ser criativo? Para nós é ter ideias novas, que tragam respostas para o que buscamos. E ser inovador? É tornar essas ideias reais, praticáveis, possíveis dentro de nossa realidade econômica, social e cultural.

Esse é nosso objetivo com o lançamento da Revista iDeia: poder, de uma forma criativa, interessante e gostosa, compartilhar co- nhecimento.

iDeia pretende ser um canal de comunicação inteligente com os clientes da Templuz e, porque não, com toda sociedade interes- sada nos assuntos abordados. Eles serão compostos por entrevis- tas e matérias, além da abordagem de diversos assuntos por um “time de ouro”, formado por grandes profissionais atuantes em vá- rios segmentos, que abraçaram nossa iDeia e se dispuseram, ge- nerosamente, a contribuir com parte do conhecimento de cada um. Uma verdadeira co-criação.

Boa leitura

Pin It on Pinterest

Share This